SEGUNDA AUDIÊNCIA DA LDO CONTA COM SECRETARIAS DE MEIO AMBIENTE, EDUCAÇÃO, INFRAESTRUTURA E PROCON

Por Bayek Silva em 21/06/2022 às 16:42:12

A Câmara Municipal de Bayeux realizou, nesta quarta-feira (15), a segunda audiência pública com o objetivo de discutir o Projeto de Lei 04/2022, de autoria do poder Executivo, que versa sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2023. Além de vereadores da Casa, participaram do evento secretários municipais, adjuntos, assessores e população. A audiência, transmitida ao vivo pelas redes sociais da Câmara, foi presidida pelo vereador Nildo da Casa Branca (PTB).


Durante a audiência, os presentes explicaram a LDO e ressaltaram a importância da audiência para a definição das metas para o ano de 2023. Participaram da segunda reunião as secretarias de Meio Ambiente, Educação, Infraestrutura e Secretaria de Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). De acordo com o texto da LDO, está previsto no próximo ano um orçamento de cerca de R$ 245 milhões, que deve ser dividido entre custeios, despesas e investimentos.


Além de Nildo da Casa Branca, a mesa de trabalhos foi composta por Alisson, representando a secretaria de planejamento, Sérgio Guimarães, consultor de orçamento, e a secretária de Meio Ambiente do município, Jeovânia Queiroz, representando o Executivo Municipal.


O Secretário Adjunto de Educação, Robertino Lopes, comentou sobre as expectativas da pasta para o próximo ano. "2023 será um ano muito importante pois é a retomada de tudo de verdade. Fizemos diversas reformas e ampliamos serviços e nossa ideia é continuar com essa ampliação. A partir do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e de outros recursos, nós estamos fazendo o possível para melhorar o nosso ensino. As questões orçamentárias são muito desafiadoras, porque o que é planejado é diferente do que acontece, mas nós vamos conseguir", falou.



Jeovânia Queiroz disse que a pasta do Meio Ambiente tem muito orgulho do trabalho que vem fazendo. A secretária ainda explicou o que a pasta pretende fazer no próximo ano, a exemplo da revisão da legislação ambiental municipal, tecnologia de informação para o ordenamento ambiental, defesa dos animais, aquisição de veículos, implantação de coleta seletiva, projetos de educação ambiental, recuperação de áreas degradadas, entre outros. "Estou à disposição para discutir e escutar ideias", afirmou.


Convidado a usar a tribuna, o vereador Betinho da RS (PDT) disse que havia alguma coisa errada com o orçamento e pediu que os erros fossem corrigidos e após isso a peça voltasse para a Casa com as devidas correções. Em resposta o consultor de orçamento explicou que realmente existiu um erro na base de cópia dos elementos da LDO, mas que é algo a ser sanado rapidamente.



Sem mais oradores, o presidente da audiência encerrou o evento e informou que a votação da LDO deve acontecer na Casa Severaque Dionísio na próxima terça-feira (28).


Comunicar erro

Comentários